COMUNICADO

GENTE QUERIDA

MUITAS AMIGS NÃO ESTÃO CONSEGUINDO COLOCAR SEUS COMENTÁROS AQUI NO MEU CANTINHO.

ALGUMAS DISSERAM QUE CONSEGUIRAM COMENTAR COM O MOZILA...TENTE TAMBEM...QUEM SABE DÁ CERTO

BEIJINHOS

AMO VOCES!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

GAMELAS



A gamela muito usada na cozinha mineira, é feita de madeira,usa -se para amassar pães, biscoitos etc...





Estas foram confeccionadas por artesãos de Pedras de Maria da Cruz, localidade à margem do Rio São Francisco, entre Montes Claros e Januária, Minas Gerais. A comunidade foi alvo de trabalho conjunto do antropólogo Ricardo Lima, DER, Petrobrás, Ibama, Instituto Estadual de Florestas e Horto de Januária.


 
Com pés são muito usadas como revisteiros ou até mesinha...




Ovais


Redondas


Longa funda

E longa rasa...
As gamelas continuam fazendo sucesso, não só na cozinha mineira ...agora com charme e delicadeza ganharam espaço  em toda a casa,  principalmente  no estilo rústico..

Essas peças me fascinam, e acreditem, nunca tive uma ... preciso providenciar ...
beijinhos
Tina

18 comentários:

  1. Oi Tina tudo bem,adorei as gamelas,na casa de minha nona ou vo tinha varias destas gamelas eram usadas pra tudo no lugar de bacias hoje em dia e dificil encontrar alguem que use,mas valeu a lembrança do passado,bjs querida amiga

    ResponderExcluir
  2. Tina querida!
    Eu amo gamelas! Tenho duas que comprei quando fui para Santa Catarina, na beira da estrada os artesões vendem. Estou com vontade de pinta-las.
    Abraços! Uma boa noite pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Lindissimas...eu adorei!!!! tambem não tenho nenhuma...tambem quero...
    Bjokas

    ResponderExcluir
  4. Olá Tina. Gostei muito das suas gamelas.Tenho uma igual a uma redonda com asinha que apresenta quase no inicio, foi-me oferecida há 25 anos por uma amiga que tinha uma lojinha de artesanato.
    Está na minha cozinha rural, serve de fruteira.
    A última foto, a pequenina, tenho 6 que outro amigo me trouxe do Brasil, para aperitivos, dei-as à minha filha, trazem até grafinhos em madeira.
    Vê como estamos próximas, apesar de termos um oceano pelo meio?
    Beijos
    Isabel

    ResponderExcluir
  5. A minha sogra tinha uma exatamente igual à 3ª foto, aquela que só se vê um pedaço.
    Ela usava-a para fazer o formato das broas de milho, antes de as deitar para o forno dava-lhes duas ou três voltas na gamela para ficarem arredondadas. Depois punha-as na pá e colocava-as no forno.
    Tenho a ideia de que ela dava outro nome à gamela mas não tenho a certeza.
    Boas lembranças que me trouxe, obrigada, bj

    ResponderExcluir
  6. Adoro essas peças.Tenho uma larga e funda que serve como fruteira.Casa da Rose sem gamela não é casa da Rose...srsrsrsrsr
    Acho-as lindas e bem caipiras.

    ResponderExcluir
  7. Tina querida!
    Dias lindos e abençoados pra ti e os seus.
    Voltei para dizer-lhe que no meu cantinho
    tem um selo pra ti (com carinho)
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi!

    Adorei as redondas e ovais, e deve ficar uma graça colocalas na mesa!

    Bjs; Nini

    http://ninifazendoarte.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. CRIS COM ARTE E MANHA21 de julho de 2011 17:34

    Olá amiga, chegou de viagem, tá cansada , volta lá tem cafézinho fresquinho sim. tenho uma gamela velhinha, tão velhinha que até pintei para disfarçar.coloco nela alho, batatas e cebolas, mais essas aí estão tão lindas... bem queria uma dessas... beijos de paz.

    ResponderExcluir
  10. oi Tina, obrigada pelo carinho senti seu abraço e vi o seu sorrizo cativante ...beijos a todos

    ResponderExcluir
  11. Olá Tina, até parece mentira que não tenha uma gamela!
    Eu tenho uma que foi presente de uma minha amiga Elisabeth, de Olinda, Pernambuco, Brasil. É muito parecida com as da 1.ª imagem, em forma circular. Através do tempos as gamelas ganharam outras funções, e talvez por isso nunca a utilizei na cozinha, mas apenas como peça decorativa.
    Na terra onde nasci e cresci havia também gamelas de madeira (GRANDES) que eram utilizadas para se dar de comer aos animais. Hoje em dia estas gamelas já só são consideradas peças de artesanato.
    Obrigada por mostrar estes belos exemplares.
    Bjs/Paula

    ResponderExcluir
  12. quero comprar uma gamela e não encotro. Aqui no estado do Paraná não tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Mercado Modelo em Salvador você encontrará gamelas. Bjs!

      Excluir
  13. quero comprar uma gamela, não encontro aqui no Paraná. (cristia 044 98620211) (cristinapvai@gmail.com)

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. As gamelas – mais precisamente os gamelões, me remetem ao tempo da roça...
    Lá em casa havia um gamelão parecido com os das fotos 4 e 8 (quando a gente diz “lá em casa” geralmente é casa dos pais onde a gente nasceu – naquele tempo nascia-se em casa, sob os cuidados de uma parteira... – e viveu como criança, jovem ou mesmo adulto, ainda solteiro naquela sadia convivência de um “grupo familiar”)...
    E minhas avós – que moravam muito perto – a uns 400 metros – eram dois sítios contíguos (herança) de 5 e de 4 alqueires mineiros, tinham também desse e as gamelas menores (de mesa)...
    Os gamelões eram muito usados para temperar grande volume de carne, por exemplo, quando se “matava” porco (capado engordado em cevas”), e geralmente conserva-se todo para uso da família ou vendia-se “uma banda” (a metade). O gamelão lá de casa era de “pau d’alho”, acredito que para aproveitar o cheiro de alho da sua madeira e ajudar no sabor...
    => Nem sei que fim levou...
    Beleza, esse seu blog.
    Parabéns pela sua sensibilidade.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia!Adorei o blog! Parabéns! Gostaria de saber como higienizar e conservar as gamelas. Aqui no RS usamos no preparo da carne para churrasco. Obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Oi , gostaria de saber os preços das gamelas (grande , media e pequena ) moro em juiz de fora mg queria fazer encomenda . entre em contato email : fernadafazafesta@hotmail.com muito obrigado .

    ResponderExcluir

fico muito feliz com seu comentário
Obrigada por participar