COMUNICADO

GENTE QUERIDA

MUITAS AMIGS NÃO ESTÃO CONSEGUINDO COLOCAR SEUS COMENTÁROS AQUI NO MEU CANTINHO.

ALGUMAS DISSERAM QUE CONSEGUIRAM COMENTAR COM O MOZILA...TENTE TAMBEM...QUEM SABE DÁ CERTO

BEIJINHOS

AMO VOCES!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

TRAVESSEIROS


Já falamos de tanta coisa! Colchões de palhas, monjolos, fogões de lenha, moínhos de pedra e muitas outras coisas...hoje quero lembrar com voces que já fizeram, ou voces que estão conhecendo agora, os nossos travesseiros.
O meu era de marcela...em outros lugares se diz macela, aqui é marcela mesmo...tem um perfume gostoso, relaxante...colhíamos na sexta-feira da paixão , não sei porque.
Iamos tirando as florzinhas dos galhinhos e colocando  em uma peneira, mamãe costurava uma fronha de saco, e enchíamos com as florzinhas, e o travesseiro estava pronto. Era macio e cheiroso, quando ia ficando velho saia um pózinho, estava na hora de renovar as flores...todo ano mamãe fazia capas novas e travesseiros novos.Com fronhas branquinhas com entremeios de croche, ou bordadinhas em ponto cruz.




Tem aqui até hoje uma grande paineira, quando floresce é muito linda com suas flores cor-de- rosa,
 logo depois da florada vem os frutos, grandes, parecem um abacate,era dificil colhe-los , pois a paineira era muito alta,mas a criançada se divertia vendo quem derrubava mais,colocávamos os frutos para secarem, quando secos se abriam e de dentro surgia a pãina   branquinha e macia como um algodão, os frutos que ficavam na arvore  secavam ,se abriam  , e um show de neve acontecia,


 .Tirávamos as sementinhas e aquelas plumas eram usadas para fazer travesseiros, às vezes ficavam  sementinhas, que com o tempo machucavam nossas cabeças, chacoalhávamos para as semente irem para o fundo, e dormíamos tranquilas.

Tinha ainda os travesseiros de tabôa, estes eu não conheci, mas minha mãezinha diz que eram muito usados por aqui...
E os travesseiros de pena de galinha? pois é ...as penas pequeninas e delicadas eram separadas, postas ao sol, e se faziam travesseiros macios que só vendo...
Depois vieram as espumas e outros materiais e os antigos travesseiros foram para sempre abandonados...


Mas sinceramente?
Tenho muita saudade do meu travesseiro de marcela...cheirooooso!!!... Tenho saudades tambem dos travesseiros de pãina, quando perdia o sono, ficava contando os carocinhos (sementinhas) esquecidas dentro do travesseiro...ah!! como era bom!!!!!
Voces devem me achar saudosista demais né?
Mas fazer o que? Tenho saudades mesmo...uai!!!!!
Mas tudo isso, é para que esta nova geração venha tambem conhecer como se vivia a algum tempo atráz...
beijinhos
Tina


17 comentários:

  1. Ai, Tina. Vc me fez lembrar daminha infância. Tb tive travesseirinho de macela mas nunca vi a flor. Lembrei tb que pegávamos uma plantinha chamada de dormideira e colocávamos debaixo do travesseiro para ter um sono tranquilo. Gosto de passar essas lembranças pras minhas filhas. Temos aqui em casa no jardim da frente uma paineira enorme que dá um trabalho com as folhas que caem, mas nem ligo pois ela é linda com as flores rosas e a paina branquinha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Morando em cidade grande, nunca tive desses travesseiros, mas minha mãe e minha avó falavam dos travesseiros de paina e de penas de galinha. Usávamos mesmo eram os de algodão, antes de surgir a espuma e outros materiais.
    Aqui no meu sício, já fiz pequenos travesseiros de macela para vender. Dava um trabalhão sair pelo mato catar as flores e depois tirar todos os cabinhos para não espetar !

    Ótima e ilustrativa postagem, Tina !

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Tudo que você coloca no seu blog é maravilhosoe encantador

    ResponderExcluir
  4. Tina,

    Que saudade boa, hein?
    Na fazenda da minha avó tinha travesseiro de Marcela.
    As fronhas eram iguais essas das imagens, limpíssimas, com algum tipo de bordado.
    Ai que saudade que me deu da minha avózinha.

    Obrigada por me fazer lembrar de coisas tão maravilhosas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que lindo seu post.Eu também adoro lembranças...recordar é viver!

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi Tina, suas hitorias me leva a lugares desconhecidos, mas que me parece terem sido muito aconhegante...Isso é muito bom.
    Bjim.. Alice

    ResponderExcluir
  7. As minhas memórias de infância estão povoadas de imagens de ruralidade, mas mais nos outros, do que em mim. Recordo ver algumas mulheres mais idosas de Forninhos depois da malha do milho aproveitavam “o pó”, que nós chamamos de moinha, para encher almofadas e também colchões.
    Como diz a Tina, a nova geração não conhece, nem tem ideia sequer de como foi a vida dos seus avós, para contar aos seus filhos.
    Quanto à marcela não me lembro ser usada para o enchimento de almofadas, mas há uma cantiga popular dedicada à Nossa Senhora dos Verdes, de Forninhos, assim:

    Nossa Senhora dos Verdes
    Quem Vos varreu a Capela
    Foram as meninas de Forninhos
    Com um raminho de marcela.

    Continuação de boa semana ;)

    ResponderExcluir
  8. Ai é tão bom lembrar de coisas que nós traz esperança. Boas lembranças. Com amor Eliane

    ResponderExcluir
  9. Tina,aqui nomercado central é vendido a marcela e penso em fazer almofadas.
    travesseiros tínhamos lá no passado, lembro-me bem...saudades!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá querida! vou te seguir por aqui também!!! Parabéns pelos posts. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Angela
    Meu travesseiro tambem era de paina, que minha mae trazia do interior (Mirassol), todo ano qdo iamos para lá nas férias, era o melhor travesseiro que tive., agora uso o de pluma de ganso que é o mais macio que encontrei, mas se encontrasse paina faria o travesseiro novamente.

    ResponderExcluir
  12. Nossa quanta delicia do blog direto para o coração e a imaginação viaja até ai como num sonho.
    Que Deus abençoe todos nós.
    Um grande abraço Tina.

    ResponderExcluir
  13. Olá Tina, sou Ivani e vim conhecer seu blog através da Ana Paula, do "do lado de fora do coração".
    O assunto é apaixonante, já dormi em travesseiros de paina, de penas e de macela. Fiquei intrigada com o de tabôa. Nunca tinha ouvido falar.
    Adorei ler sobre a paineira, minha árvore favorita, linda e magestosa.
    Voltarei sempre, pode acreditar.Beijos e tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  14. Eu queria saber aonde posso comprar ou encomendsr esses travesseiros de PAINA,mas quero com a sementinha. Adorei ver a foto da Arvore realemnet e muito linda a paina e um algodao muito delicado e para colher para fazer um travesseiro e um processo trabalhosopois eu "atrai" pedacilhos de folhas.Mas eu queria comprar , mas teria que ser com as sementinhas , o meu era assim. Se alguem puder me informar ficarei muito agradecida.

    ResponderExcluir
  15. Eu queria saber aonde posso comprar ou encomendsr esses travesseiros de PAINA,mas quero com a sementinha. Adorei ver a foto da Arvore realemnet e muito linda a paina e um algodao muito delicado e para colher para fazer um travesseiro e um processo trabalhosopois eu "atrai" pedacilhos de folhas.Mas eu queria comprar , mas teria que ser com as sementinhas , o meu era assim. Se alguem puder me informar ficarei muito agradecida.

    ResponderExcluir
  16. Eu queria um outro travesseiro de marcela pois o meu já perdeu o perfume pelo tempo de uso.
    Tem alguém que fornece?

    ResponderExcluir
  17. Lembro do cheirinho da macela. queria muito era encontrar onde comprar paina pra fazer uma almofadinha pra meu neto.
    Sua postagem me deu soninho.
    Abraço

    ResponderExcluir

fico muito feliz com seu comentário
Obrigada por participar